Louvores sejam dadas ao Cordeiro

Louvores sejam dadas ao Cordeiro


Louvores sejam dadas ao Cordeiro
Aquele que nos amou por primeiro,
Que em vida nos transmitiu o reino
E constituiu seus filhos como herdeiros.

Louvores sejam dadas ao Cordeiro
No qual carregou nos ombros o peso,
Que a humilhação e o abandono suportou,
Para nos livrar da prisão da morte e da dor.

Louvores sejam dadas ao Cordeiro
Que sempre caminhou em oração,
O mesmo que trabalhou como carpinteiro,
É quem na cruz deu sentido ao madeiro,
Nos garantindo a plena salvação.

Louvores sejam dadas ao Cordeiro
Que por amor se fez oblação,
Mostrou que o homem sem Deus não encontra sossego,
Pois o amor vai muito além da razão.

Louvores sejam dadas ao Cordeiro
Luz imensa e esplendor
Despertou no homem pecador
O reencontro do horizonte verdadeiro,
E em meio da humana escuridão
Encontramos a luz em nosso interior.

Louvores sejam dadas ao Cordeiro
Que ensinou caminhar com os passos seus,
Ensinando, tirou de nós o desespero,
Para não perder o objetivo
De estar com os olhos fixos em Deus.

Louvores sejam dadas ao Cordeiro
Vitima da imolação,
Arde em nosso peito
O teu anseio de reparação.


Fr, Adson Marinho, scj

 
Indique a um amigo